Falar tudo sobre cerveja é muito complicado, pois temos hoje centenas de tipos de cervejas, além das varias formas de se degustar, tipos de copos, vertentes da historia. Porem o artigo é o mais completo que você vai encontrar sobre cerveja na web!


História da Cerveja e seus pontos de Evolução

Os sumérios descobrem a cerveja assim começa a história:
A primeira indicação da cerveja vem do povo sumério na região da Mesopotâmia 6000a.c.Os registros históricos descrevem como um acidente a criação da cerveja. Na Suméria, cerca de 40% da produção dos cereais destinavam-se às cervejarias chamadas “casas de cerveja”, mantida por mulheres. Documentos históricos mostram que em 2100 a.C. os sumérios alegravam-se com uma bebida fermentada, obtida de cereais. Os egípcios logo aprenderam a arte de fabricar cerveja e carregaram a tradição nos milênios seguintes, agregando o líquido à sua dieta diária.

Código de Hamurabi, a primeira legislação da historia incluía a Cerveja:
A lei mais antiga da historia regulamentava a produção, venda, qualidade e distribuição de cerveja. Incluía várias leis de comercialização, fabricação e consumo da cerveja, relacionando direitos e deveres dos clientes das tabernas. O Código de Hamurabi também estabelecia um rateio diário de cerveja para o povo da Babilônia: 2 litros para os trabalhadores, 3 para os funcionários públicos e 5 para os administradores e o sumo sacerdote. Estela de Hamurabi(ou código), que data de 1760 a.C. Nela, se condena à morte quem não respeita os critérios de produção de cerveja indicados.O código também impunha punições severas para os taberneiros que tentassem enganar os seus clientes com cervejas de ma qualidade.

Os Egípcios a cerveja ganha importância:
A cerveja teve grande relevância para os egípcios, Havia um alto funcionário encarregado de controlar e manter a qualidade da cerveja produzida, como também na criação de hieróglifos extra que descrevessem produtos e atividades relacionadas com a cerveja.
Curiosamente, existem alguns povos que vivem ao longo do Nilo que ainda hoje fabricam cerveja num estilo muito próximo ao da era faraônica. Além de bem alimentar, servia também como remédio para certas doenças. Um documento médico, datado de 1600 a.C. e descoberto nas escavações de um túmulo, descreve cerca de 700 prescrições médicas, das quais 100 contêm a palavra cerveja.

Um conto bem interessante é o da “Deusa da Cerveja”:
Diferentemente de hoje,a produção da cerveja era exclusiva de mulheres poucos homens a faziam, pois eles não tinham o habito de ficar em casa cozinhando, cuidando dos filhos e fazendo cerveja. Haviam guerras, animais a serem caçados e outras tarefas a serem cumpridas. O que deixava a cargo das mulheres fazer o pão assim como a cerveja. Por isso, a Deusa da cerveja, Ninkasi, é uma figura feminina. Deusa suméria da cerveja e Mestre Cervejeira entre os Deuses, Ninkasi. Nascida das bolhas de uma fonte de água fresca, seu nome significa “senhora que enche a boca”. Diziam que ela trazia o OURO liquido para os homens, eles tentavam justificar o processo de fermentação com essa historia da deusa, por não entenderem como acontecia a fermentação, um conto interessante que percutiu por muito tempo.

Um grande salto para a produção de cervejas foi no império romano quando a produção de garrafas e potes evoluiu consideravelmente:
Assim como o tinham aprendido com os egípcios, os gregos ensinaram a arte de produzir cerveja aos romanos. Em 500 a.C. gregos e romanos deram preferência ao vinho, a bebida dos deuses, tutelada por Baco. A cerveja passou então a ser a bebida das classes menos favorecidas, muito apreciada em regiões sob domínio romano, principalmente pelos germanos e gauleses. Muitos romanos consideravam a bebida desprezível e típica de povos bárbaros. Porem como o vinho era muito adorado e já possuíam varias técnicas de se engarrafar o vinho a cerveja a foi testada no engarrafar, pois ela era muito perecível pois não havia algo que a conservasse.

Cervejas chegam aos monastérios, lúpulo é adicionado à receita como conservante e um toque de amargor(acertaram):
Na Idade Média, vários mosteiros fabricavam cerveja, empregando diversas ervas para aromatizá-la, como mírica, rosmarinho, louro, sálvia, gengibre e o lúpulo, este utilizado até hoje e introduzido no processo de fabricação da cerveja entre os anos 700 e 800. O uso de lúpulo para dar o gosto amargo da cerveja e para preservá-la é atribuída aos monges do Mosteiro de San Gallo, na Suíça. Os monges por serem os únicos que reproduziam os manuscritos da época, puderam conservar e aperfeiçoar a técnica de fabricação da cerveja.

Lei de pureza alemã Constitui A Reinheitsgebot(Lei da Pureza da Cerveja):
foi uma lei promulgada pelo duque Guilherme IV da Baviera, em 23 de Abril de 1516. A lei da pureza da cerveja instituiu que a cerveja deveria ser fabricada apenas com os seguintes ingredientes: água, malte de cevada e lúpulo.

Louis Paster e conhecemos a pasteurização:
Louis Pasteur, um francês nascido em Dolle, no dia 27 de Dezembro de 1822 foi responsável pelo processo de pasteurização que também foi notável para a evolução e dissolução da Cerveja. Ele é lembrado por suas notáveis descobertas das causas e prevenções de doenças.


Processo de Produção da cerveja

Tudo sobre cerveja agua malte lupulo

Consideração básica da cerveja é cevada ou outra forma de amido fermentável como trigo ou arroz, Lúpulo (Humulus lupulus) que são flores de uma planta da família Cannabaceae, levedura (fermentos) e agua.

Inicia com o processo da brasagem que é quando o malte é colocado em agua aquecida para retirada dos açucares,  durante a brassagem as enzimas que existem naturalmente no malte convertem os amidos em açucares, o resultado do processo de brassagem é um líquido rico em açúcar que chamamos de mosto.

Logo após temos a fervura, ferver o mosto assegura a sua esterilização impede uma série de infecções. Na fervura é adicionado o lúpulo trazendo sabor, aroma e sendo um conservante natural. Os alfa ácidos são responsáveis ​​pelo sabor amargo na cerveja presentes no lúpulo são removidos durante a fervura que dura entre 15 e 120 minutos.

O processo seguinte é de resfriamento para a adição dos fermentos (leveduras), diminuir a temperatura de 95 °C para 20 °C em média. Para que possa inicia o processo de fermentação, essa levedura(fermento ou bactérias anaeróbicas) ira comer os carboidratos ou açucares originados da brasagem e transformar em álcool e gases.

Existem vários tipos de maltes, vários tipos de lúpulo, leveduras e outros adicionais, como ésteres. É isso que vai determinar junto com o processo de fabricação o tipo da cerveja. Isso faz com que a variedade de cervejas seja muito grande, maior até que a de vinhos.

Porem este é o processo de fabricação original e mais utilizado, mas existem vários tipos de fabricação, tipos que são isentos de malte e até o lúpulo, com a adição de outros ingredientes. Essas variações formam cervejas dos mais variados tipos.


Famílias de cervejas
Lager, Ale e Lambic são as três principais

Tudo sobre cerveja lager ale lambic

Lagers: (baixa fermentação) baixa fermentação porque é iniciado em temperaturas mais baixas 9°c – 16°c, que são as cervejas mais consumidas no mundo inteiro e aqui no Brasil também. Essas cervejas que aqui no Brasil chamamos de Pilsen como Brahma, Skol, antártica e outras na verdade são American Lager, que é a Lager americana, mais leve e refrescante.

Ales: (alta fermentação) alta fermentação é iniciado em temperatura ambiente ou entre 16°c – 24°c. A fermentação com leveduras para cerveja ale nessas temperaturas mais altas produzem uma cerveja com maior nível de éster, que muitos consideram uma característica única de cervejas Ale. Exemplos:English Pale Ale, Potter, Stout, American Ale e a famosa India Pale Ale (IPA).

Lambics: (fermentação espontânea) elas não levam fermento no final da produção, a fermentação fica a cargo dos agentes naturais do próprio. Elas geralmente têm saberes cítricos, frutados e também muito mais difíceis de serem encontradas no mercado, são cervejas mais caras pela complexidade do processo de produção.


Como distinguir uma cerveja
Corpo, teor de álcool, amargor, cor, aromas e espumas.

Tudo sobre cerveja- degustação

1. Corpo = Densidade, ou seja, teor de sólidos totais (açucares e proteínas provenientes do malte residuais), errado pensar que o sabor intenso ou o teor de álcool distinguem o corpo. No geral uma cerveja mais encorpada ou de corpo denso é mais nutritiva e sacia, já a cerveja menos encorpada é mais leve.

2. Teor alcoólico = Este é medido em sua porcentagem do volume total em um índice chamado ABV (Alcohol by volume), ou seja, é a relação de mililitros de álcool em cem mililitros de cerveja. Por exemplo uma cerveja APA Pale Ale tem 5,5% ABV, que correspondem a 33ml de álcool em 600ml de cerveja.

3. Amargor = Inicialmente pode ser médio, baixo ou alto, o que define esse fator é o IBU (International Bitterness Unit, unidade internacional de amargor) que se deriva da alfa ácidos característicos de cada lúpulo. Diferente dos níveis de álcool e cor, que são facilmente medidos o nível de amargor só podem ser medidos ou estimados em laboratório.

4. Cor = A cor é derivada por alguns aspectos no processo de fabricação, a característica de cada malte e no tempo de fervura pela caramelizarão dos açucares. Existem duas escalas da identificação da escala da cor da cerveja EBC (European Brewing Convention, Convenção de Cervejeiros da Europa) SRM (Standard Reference Method, Método de referência padrão
), aqui no Brasil usamos a EBC.

5. Espuma = A espuma na cerveja é importante no visual da cerveja pois deixa ela muito mais bonita no copo ao ser servida, como também na proteção da cerveja e sua qualidade, a espuma tem função de proteger a cerveja diminuindo o contato do liquido com o oxigênio, além de indicar a qualidade de fabricação.

6. Aromas = As cervejas podem ter vários tipos de aromas, lúpulo, banana, café e até mesmo cereja. Que são de total responsabilidade dos mestres cervejeiros que determinam o quanto será perceptível o aroma em intensidade e durabilidade. Estas características são dadas no processo de fabricação, por exemplo se você abre uma cerveja e sente o aroma frutado, isso indica a presença de ésteres que são componentes orgânicos.


Como identificar uma cerveja pela cor

Tudo sobre cerveja tipos e cores


Tipos de copos para cerveja

Tudo sobre cerveja-copos

Tumbler – uma boca ligeiramente maior que a base, serve para cervejas que não formam tanto creme. O bocal e sua expansão favorecemos aromas. Ideal para cervejas tipo Porter, english Pale Ale, Stout, Indian Pale Ale e Witbier, exemplo a Hoegaarden.

Pint – de 560ml a 600ml com a boca maior que a base e formato arredondado é indicado para cervejas com menos intensidades aromáticas. Ideal para cervejas tipo bitter e scout e Weizen, exemplo Cerveja alemã Ayinger Bräuweisse.

Calice – tradicionalmente usado para cervejas trapistas, é uma taça de aste longa e boca larga. exemplo La Trappe Dubbel

Caneca – Usada também para Chope.

Tulipa – Indicado principalmente para as Strong Ale e cervejas mais aromáticas.

Weizen – Esse é o copo das cervejas de trigo, a parte superior maior e para comportar a espuma que normalmente é colocada logo depois de o garçom girar a garrafa juntando resíduos de fermento. Dentre as cervejas de trigo a mais conhecida e consumida é a Erdinger.

Caldeireta – Muito usada em bares para chopes e cervejas mais comuns, e o copo que menos influencia no sabor e aroma da cerveja. Utilizado para American Lagers e Ales mais leves como a Colorado Indica.

Snifter – É um copo arredondado e de boca estreita, corpo largo e com a base curta. Indicado para cervejas encorpadas e de aromas fortes como tipo Imperial Scout e Barley Wine, a Wäls Petropleum é um bom exemplo.

Flute – longilíneo, ou seja estreito e longo, lembra muito uma taça de champagne. É indicado apra cervejas que tem formação excessiva de bolhas,  com ele evita-se que dispersem rapidamente, prolongando o sabor e visual da cerveja. Indicado para cervejas tipo Champenoise exemplo a cerveja Deus

Stange ou Cilindrico – Cilindrico e Retom, proporciona uma boa espuma e bem o aroma e sabor. Indicado para cervejas delicadas tipo Kölsch e Altibier, exemplo Eisenbahn Kölsch.

Pilsen – é mais usado para cervejas com muita espuma, porque curvatura do bocal permite solver o liquido sem que se suje com o colarinho. indicado para cervejas tipo Strong Ale belga exemplo Duvel.


Acompanhamentos aconselhados

Por corte – Quando a bebida limpa o paladar. “Pega um queijo um pouco mais gorduroso e uma cerveja com mais acidez ou carbonização maior, que vai cortar a gordura. Eu amo fazer cheesecake de frutas vermelhas com uma Lambic ou Fruit Lambic, que são mais ácidas”, exemplifica.

Por complementação – É quando os sabores combinam. “Por exemplo, um queijo mais maturado, mais defumado, com uma cerveja smoke, uma Rauchbier”.

Por oposição – Quando os sabores se chocam. “Pega uma comida picante e harmoniza com uma cerveja lupulada, mais amarga”.


Como é regulamentação da cerveja no Brasil?

Tudo sobre cerveja temer

DECRETO No 2.314, DE 4 DE SETEMBRO DE 1997: Regulamenta a Lei nº 8.918, de 14 de julho de 1994, que dispõe sobre a padronização, a classificação, o registro, a inspeção, a produção e a fiscalização de bebidas.Art . 64. Cerveja é a bebida obtida pela fermentação alcoólica do mosto cervejeiro oriundo do malte de cevada e água potável, por ação da levedura, com adição de lúpulo. Mais Informações  aqui.


A cerveja faz mal ou bem à saúde?

Tudo sobre cerveja- saude

Vários estudos foram efetuados para se aquilatar dos benefícios ou malefícios da cerveja. Chegou-se à conclusão que, se bebida de forma moderada, a cerveja pode trazer inúmeros benefícios ao organismo. Em primeiro lugar a cerveja é diurética. Para quantidades iguais de água e cerveja ingeridas, o organismo excreta bastante mais quando se bebe cerveja. Por outro lado, serve para saciar a sede já que pelo facto de conter mais de 90% de água, a cerveja pode contribuir para as necessidades diárias de água do corpo humano, que são de 1,5 a 2,5 litros. Outros estudos revelam que pode ser benéfica para doentes com problemas coronários ou mesmo para pessoas propensas a terem cancro da mama ou do sistema digestivo. Finalmente, é muitas vezes recomendada por nutricionistas como elemento essencial para uma dieta equilibrada e saudável.


Quem são os maiores consumidores de cerveja?

Tudo sobre cerveja festa
1º – Republica Tcheca – Segundo a pesquisa a Republica Tcheca é a primeira da lista. No país a média de consumo anual é de 143 litros por habitante.
2º – Áustria – O país também tem importante contribuição no consumo de cervejas. Por lá a média anual por pessoa é de 108 litros.
3º – Alemanha – Apesar de muitos imaginarem que a Alemanha é o maior consumidor de cerveja do mundo, ela ocupa na verdade a terceira posição no ranking. Possui uma média anual de 107 litros por pessoa.


Qual a cerveja mais consumida no mundo?

marcas mais vendidas
1# Snow (China)
2# Tsigntao (China)
3# Bud Light (EUA)
4# Budweiser (EUA)
5# Skol (Brasil)
6# Yanjing (China)
7# Heineken (Holanda)
8# Harbin (China)
9# Brahma (Brasil)
10# Coors Light (EUA)


Quem são as maiores indústrias de cerveja?

Tudo sobre cerveja-fabricação
AB InBev.
SABMiller.
Heineken.
Carlsberg.
China Resources Breweries.


Curiosidades sobre a cerveja!

A historia da IPA, tão famosa e apreciada por mestres cervejeiros:

IPA é a sigla para India Pale Ale. A história, ou lenda, é que os ingleses precisavam de cervejas com mais lúpulo e álcool para que ela aguentasse viagens mais longas, pois o lúpulo é um conservante natural. E as viagens da época iam para a Índia.


Vídeos relacionados interessantes para assistir

O que é Cerveja e Quais são os seus Ingredientes

Conheça os tipos e variedades com Pro Beer Leandro


Erickson Souza Sommelier ensina como servir e degustar cerveja

Como fazer uma degustação de cerveja

Copos e Taças para cerveja

5 Motivos para fazer sua própria cerveja!

Unidades de medida



Fontes: BiaBier | PapoCervejeiro | ChefeCervejeiro | ResterBIER | mestre-cervejeiro.com | PapodeBar | Brejas.com | chefcomcerveja.com | Saint Bier | Cervejas do mundo


Quer mais posts como esse? Diga nos comentários!

Confira também: Os 5 mistérios piratas jamais resolvidos

Se gostou compartilhe com seus amigos, colegas e familiares!

Ja vai? Espera ai... Talvez você goste de algumas das sugestões que separamos especialmente para você!
Por favor, desative o seu AdBlock para o site compartilhe.info e ajude-nos a continuar trazendo conteúdo de qualidade. Veja como fazer isso »