Tim Cook, o CEO da Apple, citou o pacote da reforma tributária do presidente estadunidense Donald Trump como a força motivadora dos planos do gigante tecnológico para um enorme investimento de US$ 350 bilhões na economia dos EUA.

A Apple anunciou na terça-feira que repatriará a grande maioria de seus US$ 250 bilhões em dinheiro no exterior para os Estados Unidos e investirá os fundos na economia americana. A empresa planeja adicionar 20 mil postos de trabalho, construir um novo campus numa cidade dos EUA e investir na próspera economia de aplicativos criada por meio do mercado iOS.

A grande repatriação de dinheiro é possível por causa de uma provisão na lei de reforma fiscal de Trump que permite que as empresas com dinheiro de lucros estrangeiros tragam o dinheiro para casa com uma taxa de imposto mais baixa. A Apple pagará uma estimativa de US$ 38 bilhões em impostos como resultado.

Numa entrevista com a ABC, Cook explicou que, embora existam outros fatores contribuintes, “grandes partes” do investimento planejado são o resultado da lei de corte de impostos de Trump.

“Eu acredito que o lado do imposto corporativo resultará na criação de emprego e numa economia de crescimento rápido”, disse Cook à ABC. “Há grandes partes disso que é o resultado da reforma tributária, e há outras partes disso que teríamos feito em qualquer situação.”
EUA, Apple, Trump, Tim Cook, investimento, reforma fiscal – Trabalhadores de uma fábrica no Texas que produz dispositivos a laser que estão presentes em recursos de identificação faciais, Animoji e outros do iPhone X (Apple)

Trabalhadores de uma fábrica no Texas que produz dispositivos a laser que estão presentes em recursos de identificação faciais, Animoji e outros do iPhone X (Apple)

Trump foi ao Twitter na quarta-feira para celebrar o anúncio.

“Eu prometi que minhas políticas permitiriam que empresas como a Apple trouxessem grandes quantidades de dinheiro de volta aos Estados Unidos”, escreveu o presidente. “Ótimo para a Apple seguir como resultado dos CORTES DE IMPOSTOS. Grande vitória para os trabalhadores americanos e os EUA!”

A Apple disse que gastará US$ 30 bilhões em ativos fixos, como terra, negócios e equipamentos. A empresa investirá US$ 10 bilhões adicionais em centros de dados. A Apple já possui centros de dados em sete estados, incluindo Carolina do Norte, Oregon, Nevada e Arizona, de acordo com um comunicado de imprensa.
EUA, Apple, Trump, Tim Cook, investimento, reforma fiscal – Um trabalhador produz chapas metálicas para uso do centro de dados da Apple em Reno, Nevada (Apple)

Um trabalhador produz chapas metálicas para uso do centro de dados da Apple em Reno, Nevada (Apple)

A repatriação de dinheiro da Apple já bateu uma estimativa da Goldman Sachs quanto ao valor do dinheiro que seria trazido de volta aos Estados Unidos por todas as empresas S&P 500 como resultado da reforma tributária.

A Goldman Sachs estimou que US$ 920 bilhões em lucros não tributados são mantidos no exterior pelas empresas S&P 500 e que US$ 250 bilhões seriam repatriados como resultado da reforma tributária de Trump, de acordo com o Business Insider.

Tendo em conta todas as empresas baseadas nos EUA, US$ 2,5 trilhões em dinheiro não tributado estariam sentados no estrangeiro, de acordo com o Citigroup.
EUA, Apple, Trump, Tim Cook, investimento, reforma fiscal – A Apple gastará cerca de US$ 55 bilhões com fornecedores e fabricantes nos EUA em 2018 (Apple)

A Apple gastará cerca de US$ 55 bilhões com fornecedores e fabricantes nos EUA em 2018 (Apple)

“O que temos defendido por algum tempo é a capacidade de trazer isso de volta sem uma enorme penalidade”, disse Cook sobre o repatriamento. “Sempre nos sentimos confortáveis ​​ao pagar muito nos impostos, apenas não uma quantidade enorme.”

Atualmente, a Apple contrata 84 mil pessoas nos EUA. A empresa diz que é responsável por um total de 2 milhões de empregos no país. Cada produto da Apple tem algumas peças fabricadas nos Estados Unidos que vêm de seus 9 mil vendedores em todos os 50 estados.


Fonte: Epoch


E aí, será que agora a popularidade dele sobe? Diga nos comentários!

Confira também: Top 20: cidades mais violentas do mundo

Se gostou compartilhe com seus amigos, colegas e familiares!

Ja vai? Espera ai... Talvez você goste de algumas das sugestões que separamos especialmente para você!
Por favor, desative o seu AdBlock para o site compartilhe.info e ajude-nos a continuar trazendo conteúdo de qualidade. Veja como fazer isso »