Uma descoberta recente poderá lançar luz sobre os textos sagrados da tradição judaico-cristã, mais especificamente com relação à Arca de Noé, a embarcação que, de acordo com o relato bíblico, salvou as espécies animais do planeta durante o dilúvio universal.

Deus, enfurecido com os homens malvados, pediu a Noé que reunisse pares de cada uma das espécies animais e as protegesse em uma arca onde ele e sua família se refugiariam para sobreviver aos dias de inundação planetária.

A pergunta, se considerarmos esse relato como real e histórico, é óbvia: o que aconteceu com a Arca após o dilúvio? Muitos cientistas, em todo o mundo, tentaram encontrar qualquer evidência a respeito dela.

Agora, uma equipe de pesquisadores afirma ter encontrado os destroços da Arca de Noé em uma geleira de 90 metros de largura, no Monte Ararate, na Turquia. Segundo os especialistas, eles conseguiram fazer essa descoberta por meio de imagens de satélite.

A antiga estrutura de madeira teria mais de 4.800 anos de idade e, nos seu interior, haveriam sido encontrados muitos compartimentos, utilizados para abrigar os pares de animais.

Enquanto muitos estão entusiasmados com a descoberta, outros preferem ter mais cautela, à espera de mais evidências que possam determinar se, de fato, trata-se, ou não, dos destroços da Arca de Noé.


Fonte: Hystory


O que mais eles poderiam encontrar? Diga nos comentários!

Confira também:Tudo sobre cerveja – O artigo mais completo que você vai ver!

Se gostou compartilhe com seus amigos, colegas e familiares!

Ja vai? Espera ai... Talvez você goste de algumas das sugestões que separamos especialmente para você!
Por favor, desative o seu AdBlock para o site compartilhe.info e ajude-nos a continuar trazendo conteúdo de qualidade. Veja como fazer isso »