O laudo foi produzido por uma junta médica nomeada pela Justiça. Os peritos avaliaram as condições clínicas e psicológicas da detenta e concluíram que ela reúne condições de voltar à vida social fora da prisão.

O documento vai servir para embasar a decisão judicial sobre o pedido da defesa para que a detenta passe para o regime aberto, ou seja, saia da prisão.

Suzane está na penitenciária de Tremembé desde 2006 e, segundo a defesa, já cumpriu o tempo da pena suficiente para passar para o regime aberto. O pedido de progressão ainda precisa ser avaliado pela Justiça. Desde 2016, ela já está no regime semiaberto, com direito a saídas temporárias da prisão, em datas especiais.

Fonte: IstoÉ

Ja vai? Espera ai... Talvez você goste de algumas das sugestões que separamos especialmente para você!
Por favor, desative o seu AdBlock para o site compartilhe.info e ajude-nos a continuar trazendo conteúdo de qualidade. Veja como fazer isso »